Acompanhantes de Luxo.
Buscar Acompanhantes

Garota de programa, 1a vez- veridico

Conto erotico: Garota de programa, 1a vez- veridico. Iniciando a vida de Garota de programa
Sou negra , alta, 1,70, seio pequeno e bunda media , meia seca, tive poucos namorados, aos 15 conhecii um cara de 18,que tirou meu cabaço, não foi muito bom, eu não era muito chegada em sexo.Aos 16 conheci meu amor, Maico, e aos engravidei , casamos e nasceu minha princesa Gabi, mas quando ela fez 2 aninhos, Maico, que trabalhava em tele entrega a noite, foi preso , era motorista de uma gangue de assalto.Fui morar com minha mae, mas não deu certo, acabei alugando uma kitinete na periferia , perto da mãe.Sai a procurar trabalho, consegui numa malharia, mas frio e fiquei logo sem trabalho, consegui um namorado, Gabriel, mas não deixei ele morar comigo, somente de fim de semana.

A grana começou a ficar muito curta, não queria que o Gabriel me sustentasse, minha prima fazia programa numa boate, mas eu não tinha coragem, mas não suportei a situação, na cidade tinha varias casas de GP, uma muito conhecida ,minha prima fez o contato e fui lá.É um casarão, tem piscina, e lá funciona 24 horas mas não na casa, era pra ir em hotel/motel/casa.Na entrevista a dona me fez mostrar meu RG, tinha 18 anos e 8 meses, perguntou se tinha alguma doença, etc, e disse que como tinha já uma mulata na casa, que ficava d edia, meu horário tinha que ser das 19- as 8:00 da manhã.

O valor era interessando, 120 a hora , metade pra mim, sexo normal, caso fosse fazer anal ,o valor ficava para mim.Aceitei e fui pra casa, organizei com minha mãe pra cuidar da Gabi, contei a ela, ficou louca , mas eu não tinha outra saída.Proximo dia, fui pra a casa e conheci as outras GP, tinha de tudo que tipo, sentei e fiquei esperando.Logo me pediram para ir com outras 3 na calçada porque um cara ia vir e escolher uma garota, sai com o coração na boca, se fosse alguém conhecido, mas acabaram escolhendo outras e fiquei pra trás.aquela noite não fiz nenhum programa, ao menos ganhei janta , café da manhã e fui pra casa.Puta da cara, mas era o começo.

No dia seguinte a noite , fui trabalhar , o namorado Gabriel já tava desconfiado que trabalho esse a noite…cheguei na casa , sentei a olhar tv, e finalmente me avisaram, Rafa, te prepara pra ir no motel.Deu um calafrio, e agora , vou ter que fuder com um desconhecido, quase desisti, embarquei no carro e fui pro abatedouro.Chegando no motel, lembro ate hoje,entrei pela garangem, o carro era um Palio, subi a escada, bati na porta, ouvi”entra”, entrei e no box do banheiro tinha um cara duns 50 anos, branquela , tomando banho.Não olhei nos olhos deles, dei um “Oi” , o quarto pequeno, tinha a cama e uma poltrona , sentei na poltrona .olhando para baixo.

O cara saiu do banho enrolado na toalha, sem falar nada tambem, deitou na cama , ficamos uns minutos sem se falar.”Cê q é a Rafa? Sou o Cris”, Ahan, respondi, sem olhar muito para ele, “fica a vontade ele falou.”è que comecei hoje,nunca fiz isso, tô arrependida, e contei minha historia curto e rápido pro estranho homem.

Isso parece que quebrou o gelo, porque ele estava mexendo na carteira e levantou e me entregou os 120 ,00.Vai lá e toma teu banho, depois a gente vê o que se faz , me mandou.Tinha uma voz de locutor, nunca gostou de branco, sempre preferi negão.

Olhei pra ele, me levantei e falei, “tá bom, vou ter que fazer, não tenho outra escolha”, comecei a me despir, tinha roupas bem simples, fazia tempo que não tinha grana pra comprar aquelas calcinhas e sutiean mais sexy.

Fiquei de costas pra ele, vergonha, e assim fui pro banho, que me demorei(gastar o tempo),dava umas olhadas pra aquele cara na cama, nem tinha visto o pinto dele, tava enolado na toalha.Terminei meu banho, me enrolei na toalha tambem , me deitei como uma múmia na cama ao lado dele, fiquei olhando o teto.. que merda, ter que fuder com um desconhecido!

Eu tinha vergonha dos meus peitinhos, pequenos e ainda um tinha leite, porque a Gabi seguia mamando, fikei preocupada se ia sair leite…Ele resolveu tomar a iniciativa, foi tirando a minha tolha e pronto começou a mamar nos meus peitinho, dai expliquei que podia sair leite, ele não se perturbou, seguiu chupando meus peitinhos, acabei começando a gostar, era onde eu tinha muita tesão, mas tava me freando, sempre tava na minha cabeça, to fudendo com um desconhecido!

Habilidoso ele foi me chupando, chegou na minha ppka, mal depilada ,lambei meus lábios grossos, meu grelo é pequeno, achou e foi chupando o grelo e alternando com umas lambidas na minha racha, ate dentro a ppka, me chupou dum jeito que não consegui me segurar, somente meus gemidos foram contidos, me acabei rapidamente, nunca pensei que um estranho , desconhecido ia fazer me gozar.

O grelo tava bem inchado agora, sensível, tive que pedir para ele parar, tava ficando dolorido.Ele levantou ,buscou uma cerveja no frigobar, deitou do meu lado , tomou um goles e me ordenou a fazer um boquete , pra começar.Ofereceu cerveja, não aceitei, me ajoelhei do lado dele, tirei a toalha , dai vi meu primeiro caalho branco de perto, tamanho médio , uns 16 cm e não muitogrosso, parecido com do meu marido.

Comecei a mexer o caralho dele, logo endureceu e me botei a chupar, do meu jeito, chupar eu gostava mas sem pratica, chupava, chupava , ele tava gostando e eu mais tranquila, ate que não tava ruim .Tocou o celular dele, parei , ele atendeu , conversou uns minutos e eu ali observando , , desligou e eu voltei pro boquete , antes avisei pra ele não gozar na minha boca!

Me pediu pra chupar as bolas dele, nunca tinha feito, fiz e fiquei punheteando, logo ele gozou, porra nas minhas mãos, aquele cheiro típico. Aproveitei para lavar minhas mãos e consultar o horário, perguntei a ele a hora, porque o meu celular tava quebrado.

Já tava fechando a hora, pensei pra mim, foi rápido, dai ele falou que queria mais uma hora.Fiquei feliz, o cara era legal ate agora , mandei avisar na agencia .Mais relaxada , deitada , ele veio e começar a me chupar de novo, nunca tinha gozado 2 vezes com meus namorados, mas não deu outra , dessa vez, gemi mais solta , mas tambem senti minhas pernas mais bambas e fracas.

O Cris deu um tempo para mim, me ofereceu de novo cerveja, dessa vez aceitei, descansei e fui chupar ele , ate agora não tinha me comido, endureceu a pika dele , so que desta vez me colocou de quatro e começou a me comer bem devagar , minha buceta bem molhada ,ele me comeu uns 5 minutos ate que encheu a camisinha de porra de novo, eu arriei na cama, tava com as pernas doloridas e exausta , mas aliviada , esse programa tinha sido muito bom, assim comecei minha vida de Garota de programa, depois escrevo outras experiencias nesses 2 anos qu estou nessa.

Aos 16 conheci meu amor, Maico, e aos engravidei , casamos e nasceu minha princesa Gabi, mas quando ela fez 2 aninhos, Maico, que trabalhava em tele entrega a noite, foi preso , era motorista de uma gangue de assalto.Fui morar com minha mae, mas não deu certo, acabei alugando uma kitinete na periferia , perto da mãe.

Sai a procurar trabalho, consegui numa malharia, mas frio e fiquei logo sem trabalho, consegui um namorado, Gabriel, mas não deixei ele morar comigo, somente de fim de semana.A grana começou a ficar muito curta, não queria que o Gabriel me sustentasse, minha prima fazia programa numa boate, mas eu não tinha coragem, mas não suportei a situação, na cidade tinha varias casas de GP, uma muito conhecida ,minha prima fez o contato e fui lá.

É um casarão, tem piscina, e lá funciona 24 horas mas não na casa, era pra ir em hotel/motel/casa.Na entrevista a dona me fez mostrar meu RG, tinha 18 anos e 8 meses, perguntou se tinha alguma doença, etc, e disse que como tinha já uma mulata na casa, que ficava d edia, meu horário tinha que ser das 19- as 8:00 da manhã.

O valor era interessando, 120 a hora , metade pra mim, sexo normal, caso fosse fazer anal ,o valor ficava para mim.Aceitei e fui pra casa, organizei com minha mãe pra cuidar da Gabi, contei a ela, ficou louca , mas eu não tinha outra saída.

Proximo dia, fui pra a casa e conheci as outras GP, tinha de tudo que tipo, sentei e fiquei esperando.Logo me pediram para ir com outras 3 na calçada porque um cara ia vir e escolher uma garota, sai com o coração na boca, se fosse alguém conhecido, mas acabaram escolhendo outras e fiquei pra trás.aquela noite não fiz nenhum programa, ao menos ganhei janta , café da manhã e fui pra casa.Puta da cara, mas era o começo.

No dia seguinte a noite , fui trabalhar , o namorado Gabriel já tava desconfiado que trabalho esse a noite…cheguei na casa , sentei a olhar tv, e finalmente me avisaram, Rafa, te prepara pra ir no motel.Deu um calafrio, e agora , vou ter que fuder com um desconhecido, quase desisti, embarquei no carro e fui pro abatedouro.

Chegando no motel, lembro ate hoje,entrei pela garangem, o carro era um Palio, subi a escada, bati na porta, ouvi”entra”, entrei e no box do banheiro tinha um cara duns 50 anos, branquela , tomando banho.Não olhei nos olhos deles, dei um “Oi” , o quarto pequeno, tinha a cama e uma poltrona , sentei na poltrona .olhando para baixo.

O cara saiu do banho enrolado na toalha, sem falar nada tambem, deitou na cama , ficamos uns minutos sem se falar.”Cê q é a Rafa? Sou o Cris”, Ahan, respondi, sem olhar muito para ele, “fica a vontade ele falou.”è que comecei hoje,nunca fiz isso, tô arrependida, e contei minha historia curto e rápido pro estranho homem.

Isso parece que quebrou o gelo, porque ele estava mexendo na carteira e levantou e me entregou os 120 ,00.Vai lá e toma teu banho, depois a gente vê o que se faz , me mandou.Tinha uma voz de locutor, nunca gostou de branco, sempre preferi negão.

Olhei pra ele, me levantei e falei, “tá bom, vou ter que fazer, não tenho outra escolha”, comecei a me despir, tinha roupas bem simples, fazia tempo que não tinha grana pra comprar aquelas calcinhas e sutiean mais sexy.

Fiquei de costas pra ele, vergonha, e assim fui pro banho, que me demorei(gastar o tempo),dava umas olhadas pra aquele cara na cama, nem tinha visto o pinto dele, tava enolado na toalha.Terminei meu banho, me enrolei na toalha tambem , me deitei como uma múmia na cama ao lado dele, fiquei olhando o teto.. que merda, ter que fuder com um desconhecido!

Eu tinha vergonha dos meus peitinhos, pequenos e ainda um tinha leite, porque a Gabi seguia mamando, fikei preocupada se ia sair leite…

Ele resolveu tomar a iniciativa, foi tirando a minha tolha e pronto começou a mamar nos meus peitinho, dai expliquei que podia sair leite, ele não se perturbou, seguiu chupando meus peitinhos, acabei começando a gostar, era onde eu tinha muita tesão, mas tava me freando, sempre tava na minha cabeça, to fudendo com um desconhecido!

Habilidoso ele foi me chupando, chegou na minha ppka, mal depilada ,lambei meus lábios grossos, meu grelo é pequeno, achou e foi chupando o grelo e alternando com umas lambidas na minha racha, ate dentro a ppka, me chupou dum jeito que não consegui me segurar, somente meus gemidos foram contidos, me acabei rapidamente, nunca pensei que um estranho , desconhecido ia fazer me gozar.

O grelo tava bem inchado agora, sensível, tive que pedir para ele parar, tava ficando dolorido.Ele levantou ,buscou uma cerveja no frigobar, deitou do meu lado , tomou um goles e me ordenou a fazer um boquete , pra começar.

Ofereceu cerveja, não aceitei, me ajoelhei do lado dele, tirei a toalha , dai vi meu primeiro caalho branco de perto, tamanho médio , uns 16 cm e não muitogrosso, parecido com do meu marido.Comecei a mexer o caralho dele, logo endureceu e me botei a chupar, do meu jeito, chupar eu gostava mas sem pratica, chupava, chupava , ele tava gostando e eu mais tranquila, ate que não tava ruim .

Tocou o celular dele, parei , ele atendeu , conversou uns minutos e eu ali observando , , desligou e eu voltei pro boquete , antes avisei pra ele não gozar na minha boca!Me pediu pra chupar as bolas dele, nunca tinha feito, fiz e fiquei punheteando, logo ele gozou, porra nas minhas mãos, aquele cheiro típico.

Aproveitei para lavar minhas mãos e consultar o horário, perguntei a ele a hora, porque o meu celular tava quebrado.Já tava fechando a hora, pensei pra mim, foi rápido, dai ele falou que queria mais uma hora.Fiquei feliz, o cara era legal ate agora , mandei avisar na agencia .Mais relaxada , deitada , ele veio e começar a me chupar de novo, nunca tinha gozado 2 vezes com meus namorados, mas não deu outra , dessa vez, gemi mais solta , mas tambem senti minhas pernas mais bambas e fracas.

O Cris deu um tempo para mim, me ofereceu de novo cerveja, dessa vez aceitei, descansei e fui chupar ele , ate agora não tinha me comido, endureceu a pika dele , so que desta vez me colocou de quatro e começou a me comer bem devagar , minha buceta bem molhada ,ele me comeu uns 5 minutos ate que encheu a camisinha de porra de novo, eu arriei na cama, tava com as pernas doloridas e exausta , mas aliviada , esse programa tinha sido muito bom, assim comecei minha vida de Garota de programa, depois escrevo outras experiencias nesses 2 anos qu estou nessa.

Fonte: contos eroticos cnn

Nome
Email
Seu comentário
© 2024 Luxuria